Ingredientes

Óleos Vegetais

Originário da região mediterrânea, o azeite de oliva é rico em vitaminas A, D, K e E, tornando-se assim num poderoso antioxidante que combate os radicais livres e retarda o envelhecimento da pele. A oliveira é uma árvore capaz de se regenerar e autoproteger, e a partir daí inúmeras pesquisas foram feitas em relação às propriedades do azeite em benefício da estética e beleza, comprovando-se que este atua também como anti-rugas, suave e que hidrata a pele seca, que é calmante e purificador, que ajuda nos processos de limpeza de pele, amolececendo as impurezas e facilitando assim a sua remoção. Devido aos seus ácidos gordos, ajuda na elasticidade da pele, dá brilho e vitalidade ao cabelo e unhas, além de ser ótimo em banhos e massagens por seu efeito relaxante. O azeite que usamos é português!

É um óleo comestível obtido a partir do fruto da Persea Americana (abacate). É dos óleos naturais mais facilmente absorvido pela pele e transportado em profundidade para o tecido. A sua imensa característica emoliente e as suas propriedades hidratantes tornam-no ideal para peles secas, desidratadas ou maduras. Rico em proteínas, ácidos graxos, vitaminas A, B, C, D, E, H, K e PP, tem um efeito calmante sobre a pele inflamada e nutre a pele, enquanto inibe o crescimento bacteriano.  Por ter uma composição muito parecida com a do sebo da pele, atua contra o envelhecimento cutâneo, regenera a pele e protege-a das agressões do sol e do vento. Possui efeitos cicatrizantes e calmantes e é um poderoso preventivo de estrias.

É um excelente emoliente, conhecido por suavizar, acalmar e amaciar a pele, tendo um grande poder nutritivo e assim é indicado para quem tem a pele seca, desidratada ou escamada. As principais propriedades estéticas deste óleo são benéficas para a pele, cabelos e unhas, sendo uma alternativa saudável e económica para a beleza e bem-estar. O seu uso é recomendado essencialmente para a pele do corpo e não tanto para a pele do rosto. Na altura da gravidez, o óleo de amêndoas doces é muito utilizado para prevenir estrias, devido à forte hidratação que proporciona, deixando a pele macia e cuidada. Se costuma ter cotovelos ou joelhos secos poderá utilizar produtos que contenham óleo de amêndoas doces para melhorar o aspecto da pele nestas zonas.

O óleo de cânhamo é também conhecido como óleo de canabis. Tem um grande valor nutricional, pelo omega-6 e omega-3, ácidos gordos importantes para o equilibrio do corpo. Quando extraído a frio é de cor verde, um pouco espesso e de aroma intenso. Depois de refinado é incolor de aroma suave, usado em produtos de cuidado corporal. O óleo de canhamo é extraído das sementes de Cannabis sativa onde os níveis de THC, o elemento psicoactivo é reduzido. É um verdadeiro hidratante natural.

É um óleo comestível extraído da semente ou da polpa dos côcos maduros. É originário dos trópicos, sendo a principal fonte de gordura de muitas gerações destas zonas. Devido à sua estabilidade, o que torna lenta a sua oxidação, é resistente ao ranço, e tem alto teor de gordura saturada. Tem várias aplicações em alimentos, na medicina e em várias outras indústrias. Muito útil para a elaboração dos sabonetes devido à sua importância para a solidificação dos mesmos, sendo também muito bom como condicionante e qualidade e abundância da espuma. É muito bom para a secura, irritações e pele sensível, sendo um óleo rapidamente absorvido pela mesma. O óleo de coco é leve, não gorduroso e muito suave para a pele.

Um regulador de humidade emoliente rico em vitamina E, com uma textura quase idêntica ao nosso próprio sebo natural e penetra na pele para a hidratar, sem bloquear os poros. Excelente como calmante da pele, durante e após o barbear. Tem um efeito calmante e amolecedor da pele áspera, seca, irritada e inflamada. As suas propriedades antioxidantes naturais prolongam a vida útil dos outros óleos misturados.

O óleo de Palma que usamos é produzido de forma sustentável e é certificado. Este óleo oferece um aroma de noz de terra e é 100% natural. Pode ser usado diretamente sobre a pele para acrescentar humidade. Tem propriedades semelhantes ao óleo de côco e é por vezes utilizado como um substituto deste em algumas indústrias. É encontrado em muitos produtos, tais como sabões e bálsamos para adicionar uma textura lisa e produzir o efeito de ensaboamento. Contém uma alta percentagem de ácido láurico que ajuda à transmissão da maciez que lhe é característica, quando utilizado em sabonetes e produtos de higiene pessoal. Proporciona bastante espuma aos sabonetes e é muito importante na dureza dos sabonetes e na limpeza da pele.

É obtido a partir da planta Ricinus Comunis, que contém aproximadamente 40 a 50% de óleo. É muito utilizado na confeção de bálsamos labiais, assim como para endurecer unhas e acelerar o crescimento das pestanas. É um óleo benéfico no combate à caspa e no fortalecimento das unhas, assim como proporciona uma rica variedade de azeites corporais, abrilhantadores de lábios e óleos de banho, todos os quais enriquecem e beneficiam as peles secas. É um elemento importante para a estabilidade da espuma num sabonete e nas suas propriedades de condicionador e de cremosidade.

Manteigas Vegetais

A manteiga de cacau é a gordura comestível natural da semente de cacau, extraída durante o processo de fabricação do chocolate. Esta é uma das gorduras mais estáveis, contendo antioxidantes naturais que evitam que ele se torne rançoso, permitindo o seu armazenamento por um prazo de 2 a 5 anos. Devido à sua textura suave, é usada em vários alimentos (incluindo o chocolate), assim como em cosméticos, produtos de pele e sabões. É um excelente tratador de zonas secas e ásperas. É emoliente e suavizante, exercendo uma ação antirrugas e antiestrias. Quando utilizada em sabonetes, transfere humetação e dureza. Ela é especialmente usadas em batons por amaciar e proteger os lábios,  já que o cacau possui fator de proteção solar 10 e é muito bom contra o frio.

Originária da África Ocidental, conhecida pelas suas propriedades muito hidratantes. É um ingrediente muito utilizado em produtos cosméticos relacionados com a pele e cabelo, como cremes para pele e amaciadores para cabelos secos e quebradiços. Esta é comestível e é usada na preparação de alimentos em África como um profiláctico. Ocasionalmente, a indústria do chocolate utiliza-a como um substituto para a manteiga de cacau, através da mistura com outros óleos, apesar de o seu sabor ser notavelmente diferente. É também usada por fabricantes de sabão, normalmente em pequenas quantidades (5-7% do total dos óleos), devido à sua capacidade de deixar uma pequena quantidade de óleo no sabonete.

Manteiga de Manga

Outros

Usamos água porque é um ingrediente necessário à solução de hidróxido de sódio. Usamos apenas o essencial, e defendemos um consumo racional da água, evitando desta forma o desperdício da mesma.

As propriedades da cera natural são conhecidas desde os primórdios da humanidade. Além do uso pelas abelhas, a cera serve como componente em muitos produtos feitos pelas indústrias de cosméticos, medicamentos, produtos médicos e cirúrgicos, refratários, farmacêuticas, odontológicas, chocolates, tintas, velas, mobiliário, depilação, cintas adesivas, artigos de couro, restauração de pinturas, etc. Na área de cosméticos, é utilizada para a fabricação de maquilhagens, cremes clareadores, máscaras faciais e batons. A cera de abelha é um esfoliante natural magnífico, esfoliando suavemente as células mortas da pele, poros de compensação e eliminação da poluição.

Nenhum sabão ou sabonete pode ser feito sem recurso a este ingrediente. Antigamente era obtido através das cinzas da madeira, mas atualmente é feito através de métodos de qualidade que asseguram que é consistente e fácil de prever. É uma substância alcalina (ph<7), e quando misturado com água e óleos cria o sabão, sem que restem vestígios desta substância no sabonete solidificado.